quinta-feira, 21 de abril de 2011

Variedade Linguística X Preconceito

          Não é difícil notar as grandes diferenças presentes na fala das pessoas em cada região que existem em nosso país, nesse contexto é que se infere a variedade linguística. Um jeito de falar arrastando a voz, outro engolindo letra, adotando expressões únicas, todos os aspectos fazem parte da cultura que o grupo mantém, sendo óbvio que a causa disso não é  que a língua, literalmente, de uma região é diferente de outra, é simplesmente pela convivência de quem é da mesma região ou estado em que vive, que se passa por um processo de herança linguística e fonética.
          Da mesma forma com que não se pode definir cultura inferior e superior, as formas de falar também não podem ser comparadas. Infelizmente não há uma consciência sobre o fato e acaba ocorrendo o preconceito linguístico, onde basta ver uma pessoa falando diferente de você e já começa a criticar ou rir o modo que a outra fala. Preconceito linguístico é uma coisa horrível e vale tocar sempre na mesma coisa de que não é engraçado, e ao rir ou criticar você está automaticamente ridicularizando a língua e a cultura do próximo. 
         O  processo de conscientização leva tempo para ter efeito, para isso são necessários a colaboração da sociedade em busca um mundo para todos e ainda a percepção do que se está fazendo de errado para passar por cima e corrigir o erro.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário